Linha

Pós-Colheita Bequisa

Ácidos Orgânicos – BacteMix®

Clique aqui para baixar o PDF
Ácidos Orgânicos – BacteMix®

EFICAZ NO CONTROLE DE SALMONELLA SPP.

Ficha técnica


BENEFÍCIOS:

  • Previne a proliferação de bactérias patógenas, como a Salmonella spp., Escherichia coli em matérias-primas e rações.
  • Previne a contaminação da ração por bactérias patógenas.
  • Atua como acidificante de rações no trato gastrointestinal dos animais.
  • Reduz a carga ambiental de nitrogênio e fósforo.
  • Pouco corrosivo a metais.
  • Mais seguro por não conter formaldeído.
  • Classificado como mercadoria não perigosa.

PRINCIPAIS COMPONENTES:

Ácido fórmico: CAS Nº. 64-18-6

Ácido propiônico: CAS Nº. 79-09-4

Formato de sódio: CAS Nº. 141-53-7

DESCRIÇÃO:

BacteMix® é um bactericida líquido ideal para controlar a carga bacteriana em matérias-primas e rações.

MODO DE AÇÃO:

Os atuais sistemas de produção nos quais a concentração de animais determina um maior risco de propagação de doenças e zoonoses (salmonelose, etc.) implicam maior controle sobre as matérias-primas utilizadas na produção de rações e nos produtos finais.
A combinação dos ácidos fórmico e propiônico tem um efeito sinérgico e isso o transforma em um bacteriostático e bactericida muito eficiente.

AÇÃO ANTIMICROBIANA:

O modo de ação do BacteMix® está baseado na redução do pH na ração e na atividade antimicrobiana dos ácidos, especialmente do ácido fórmico.
Testes realizados comprovaram a eficácia do BacteMix® contra a Salmonela spp. e Escherichia coli, tanto em rações quanto em matérias-primas. A atividade antimicrobiana está baseada na capacidade da forma não dissociada dos ácidos para penetrar na célula da bactéria onde são dissociados em prótons e ânions. Os prótons reduzem o pH dentro da célula, interrompendo o equilíbrio de balanço do pH. O restabelecimento de equilíbrio do pH consome energia do crescimento da célula e inibe a síntese de numerosas macro moléculas vitais. O ânion dissociado tem um efeito nocivo na síntese do DNA e na síntese das proteínas. Essas mudanças evitam a proliferação de bactérias patógenas na ração.

ACIDIFICAÇÃO:

A acidificação da ração contribui para que pintinhos e leitões mantenham o pH gástrico sem variações perante mudanças de dieta e situações de estresse.

DOSE RECOMENDADA:

PROPRIEDADES QUÍMICAS E FÍSICAS:

Aspecto: Líquido

pH: 3,5

Densidade: 1100 kg/m³

EMBALAGEM, MANEJO E ARMAZENAMENTO:

Disponível em tambores de 220 kg, IBC de 1100 kg, e a granel. Para instruções de manuseio, consulte a Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico.